☸ La Prospettiva di Me ☸

"Por que me fascina a autonomia, a minha perspectiva..." ૐ ☯✞☮ ♐

“Se tu me amas, ama-me baixinho.
Não o grites de cima dos telhados.
Deixa em paz os passarinhos.
Deixa em paz a mim!
Se me queres, enfim,
tem de ser bem devagarinho,
que a vida é breve
e o amor mais breve ainda.”

Bilhete, Mário Quintana (via promessasvazias)

“Te dou um filho, te componho um hino
O que você quiser saber eu ensino
Te dou amor enquanto eu te amar
Prometo te deixar quando acabar”

– Arnaldo Antunes, em Pedido de Casamento.

O Que Você Quer Saber de Verdade

Vai sem direção
Vai ser livre
A tristeza não
Não resiste
Solte seus cabelos ao vento
Não olhe pra trás
Ouça o barulhinho que o tempo
No seu peito faz
Faça sua dor dançar
Atenção para escutar
Esse movimento que traz paz
Cada folha que cair
Cada nuvem que passar
Ouve a terra respirar
Pelas portas e janelas das casas
Atenção para escutar
O que você quer saber de verdade

Arnaldo Antunes / Carlinhos Brown / Marisa Monte

“Chuang Tzu, o maior discípulo de Lao Tzu, uma vez sonhou que era uma borboleta. Ao acordar, perguntou-se se não seria agora uma borboleta sonhando ser Chuang Tzu. Ninguém poderia lhe roubar esse sonho tampouco, e assim Chuang Tzu permaneceu brincalhão e feliz a vida inteira.”

– Lou Marinoff, em O Poder do Tao, pág. 154.

“O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.”

– Carlos Drummond de Andrade, em Mãos Dadas.

“Per alcune persone, i libri fanno la differenza tra felicità e infelicità, speranza e disperazione, una vita degna di essere vissuta e una orribilmente noiosa.”

– Anjali Banerjee

Tiago Iorc - Morena (Los Hermanos)

Desenho

Traça a reta e a curva,
a quebrada e a sinuosa.
Tudo é preciso.
De tudo viverás.

Cuida com exatidão da perpendicular
e das paralelas perfeitas.
Com apurado rigor.
Sem esquadro, sem nível, sem fio de prumo,
traçarás perspectivas, projetarás estruturas.
Número, ritmo, distância, dimensão.
Tens os teus olhos, o teu pulso, a tua memória.

Construirás os labirintos impermanentes
que sucessivamente habitarás.

Todos os dias estarás refazendo o teu desenho.
Não te fatigues logo. Tens trabalho para toda a vida.
E nem para o teu sepulcro terás a medida certa.

Somos sempre um pouco menos do que pensávamos.
Raramente, um pouco mais.

- Cecília Meireles (1963)

“Podemos facilmente perdoar uma criança por ter medo do escuro; a tragédia é quando um adulto tem medo da luz.”

– Platão

“Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?
Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?”

– Álvaro de Campos (Fernando Pessoa), em Poema em linha reta.